segunda-feira, 16 de abril de 2018

Sul da Ilha da Magia

Quem me acompanha aqui pelo blog sabe que tenho um paixão oculta pelo Norte da Ilha (Florianópolis), mas no último feriado de carnaval resolvi me hospedar no Sul da Ilha para explorar melhor as praias e o circuito gastronômico daquela região, embora eu já tivesse ido para a Ilha do Campeche, bem como conhecido alguns restaurantes do sul, nunca havia despendido um tempo maior por lá, então desta vez foi diferente. 



Eu e a Daia ficamos hospedadas na Pousada Vento Sul, na Praia do Campeche, que embora seja um lugar mais estruturado não me agradou em nada a praia, muita gente, muito movimento, mas serviu de base par irmos para locais mais sossegados e harmoniosos. As meninas da pousada foram muito queridas, com café da manhã maravilhoso, piña colada fresquinha e ótimas instalações, a Pousada Vento Sul tem atendimento personalizado e impecável, e, mesmo localizada perto do centro é super silenciosa à noite - indicamos. 


No Campeche, um ótimo lugar par almoçar ou jantar é o Mercado Sehat, conta com menu exclusivo de comidas tailandesas, além de ótimos vinhos. 



No segundo dia tomamos um Uber e fomos até a Praia de Morro das Pedras, que tem o lindo slogan - Onde o Sol nasce primeiro. Passeamos e voltamos caminhando pela praia que termina onde começa a praia do Campeche, "pertinho" e com uma paisagem que vale a pena. 



À noite foi a vez de curtirmos o circuito gastronômico do Ribeirão da Ilha, e escolhemos o Ostradamus, pelas referências em ser um dos melhores na variedade de ostras, o ambiente é muito agradável - os detalhes na decoração são o diferencial - ótimo atendimento e a comida é boa (confesso nada espetacular), mas o que me agradou mesmo foi a adega de vinhos. 



No terceiro dia fomos para a Praia dos Açores - simplesmente ESPETACULAR! Limpa, organizada, lembra um pouco a Praia Brava no Norte da Ilha, pouco movimentada, é o tipo de praia que me agrada, com poucos turistas, poucas crianças, percebi que quem mais frequenta o local são os moradores e quem tem casa de praia para passar as férias ou o fim de semana. Sem sombra de dúvida a melhor do Sul da Ilha. 


Quarto e último dia de feriado: resolvemos aproveitar a estrutura da pousada e como nosso voo saía à noite fomos passear e comer um pouco mais no Ribeirão da Ilha - amamos!!! Desta vez escolhemos o Restaurante Rancho Açoriano, maravilhoso, com linda vista e comida esplêndida. Passeamos por lá e antes de voltarmos tomamos um café (no meu caso uma soda italiana), com brigadeiros na Amoriko Brigadeiros Finos, é tanta variedade que não sabíamos qual escolher. 



Alguns me perguntam: e não foi no Bar do Arante? Fui sim, em outras idas para Florianópolis, e como eu e a Daia estamos sempre buscando novidades, desta vez resolvemos conhecer outros lados e provarmos novos sabores, afinal, de rotina a vida está cheia não é mesmo? 


"Viajar apura os sentidos, abre os horizontes, pinta o mundo com novas cores e desafia os seus limites." A. D.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Porto Seguro e o Marco do Descobrimento - onde tudo começou...

Para chegar em Arraial D'Ajuda o aeroporto mais próximo é o da cidade de Porto Seguro e como o pequeno distrito e a cidade são próximos (cerca de 15 minutos de travessia de balsa), resolvemos almoçar em Porto Seguro para então passearmos na Cidade Alta, onde fica o Centro Histórico, o Farol e é claro, onde está cravada a pedra marco do Descobrimento do Brasil. 




Um pouco de história:  "Cabral avistou a terra firme em 21 de abril de 1500, conforme a carta de Pero Vaz de Caminha: “…na distância de dez léguas onde tínhamos levantado ferro, acharam os ditos navios pequenos um recife com um porto dentro, muito bom e muito seguro, com uma mui larga entrada”. O Monte Pascoal, 62 quilômetros ao sul de Porto Seguro, era o lugar avistado.

Devido a condições climáticas tempestivas, Cabral e sua esquadra rumaram para o norte à procura de um porto seguro. Após 60 quilômetros de navegação em águas brasileiras, as caravelas encontram um recife, Ilha de Coroa Vermelha, com um porto dentro, largo e seguro, Baía Cabrália, onde lançaram as âncoras. 

Em 22 de abril, os portugueses desembarcaram e deu-se o primeiro passo no Novo Mundo, que foi chamado de Terra de Vera Cruz. O nome Brasil foi dado pelos portugueses, que queriam fazer uma cruz e iniciar uma pregação religiosa. A madeira encontrada para a construção foi a da árvore Ibirapitanga, que na língua tupi-guarani, quer dizer pau-brasil. Assim, surgiu a inspiração para batizar a terra com o atual nome do país." Fonte e maiores informações clique aqui

 Igreja Nossa Senhora da Pena

 Igreja de São Benedito

Igreja da Misericórdia

O monumento que marca a chegada dos portugueses ao Brasil está localizado na Praça Pero Campos de Tourinho, no Centro Histórico da Cidade Alta, exposto ao ar livre é o núcleo de um belo lugarejo onde lindas casas coloridas tombadas pelo patrimônio histórico e também três igrejas nos remetem ao passado deste maravilhoso país chamado Brasil. 




A Igreja da Misericórdia é considerada a Igreja mais antiga do Brasil, data de 1526, ela foi reconstruída em 1535 e o estilo que vemos hoje se deve à reforma feita em 1776. As casinhas coloridas ainda são habitadas, algumas até são vendidas por verdadeiras fortunas, sendo a única exigência manter o estilo e as cores, já que cada cor simboliza o início e o fim das residências. Durante o passeio conhecemos exemplares do pau-brasil, aprendemos um pouco da cultura Tupiniquim e apreciamos a espetacular vista que se tem do local. 

 Eu agarrada no pau-brasil com a Igreja da Misericórdia aos fundos



O passeio foi bem produtivo, ainda mais pelo fato de termos escolhido o período vespertino, o local já estava com poucas pessoas, deu para explorar melhor e tirar várias fotos sem "intrusos". Pegamos um guia lá mesmo que nos explicou um pouco da história, pagamos um valor simbólico e ele deu uma explicação rápida, depois ficamos livres. Ele nos falou que pela manhã é muito movimentado, é o horário que chegam as excursões, então para quem for por conta, o ideal mesmo é ir à tarde, o único contratempo vai ser que os estabelecimentos comerciais já estarão quase todos fechados. 

 


Estando lá onde tudo começou e vislumbrando toda a maravilha que os portugueses encontraram ao chegarem aqui, bate aquele momento de reflexão... Um país espetacular por natureza, que tinha tudo para dar certo acabou caindo nas mãos de pessoas mal intencionadas que por ganância e sede de poder estão destruindo esta terra segura, pois somos privilegiados, quase não temos catástrofes naturais, nosso povo - na sua essência -  é um povo bom e trabalhador, mas o único problema é que não sabemos a força que tem nosso voto, desconhecemos o poder que temos e acabamos descuidando desse bem valioso que é nossa nação. 



quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Bar do Coronel

Eleito o melhor boteco do Vale do Paraíba pela Revista Veja, o Bar do Coronel faz jus ao título. Nossos queridos amigos Eduardo e Priscila fizeram questão de nos levar lá durante nossa visita a São José dos Campos - SP. O chopp geladíssimo e os petiscos deliciosos são marcas registradas, ideal para aquele happy hour bem gordo e exageradamente delicioso (rs). 

 Coxinha

Bolinho de Feijoada

 Pastel de Carne Seca

Barrinha de Cereal

Dentre as melhores pedidas estão: a coxinha, o pastel de carne seca, o bolinho de feijoada  (FENOMENAL), e é claro, a famosa Barrinha de Cereal - panceta suína super crocante - irresistível, ainda mais se acompanhada com um bom chopp gelado. É claro que eu provei todos e sabem como? Os garços ficam passando os pratos recém preparados a todo momento pelas mesas, mas se preferir pode pedir porções maiores também, fica a critério do cliente. E aí quer mais boteco que isso? Atendimento rápido e eficaz... Minha nota? DEZ, é claro! 

Nem todas as fotos deste blog são de minha autoria, caso deseje os créditos por alguma foto ou a sua remoção favor encaminhar e-mail para: crisianiii@hotmail.com

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Eataly São Paulo

Recentemente o Mundo de Crisi desembarcou no melhor mercado Gastronômico de São Paulo - o Eataly - tudo, absolutamente tudo que você possa imaginar relacionado à culinária está lá, além de setores de cosméticos e utensílios para o lar. 




Uma infinidade de queijos, carnes nobres, geleias, chocolates, chás, cafés, azeites requintados e vinhos, muitos vinhos... Para a minha felicidade estava acontecendo o Festival de Vinhos Brancos, Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil, difícil escolher um só. 




Durante o passeio degustações diversas ajudam os clientes a fazerem as melhores escolhas. Aproveitamos para almoçar e optamos pelo Brace que agrada a todos, o cardápio é diverso, entradas fenomenais e pratos convidativos, massas, risotos, carnes e peixes, além de sua exclusiva carta de vinhos. Com uma vista panorâmica super cosmopolita vale a pena conhecer, estávamos com nossos amigos Eduardo e Priscila e certamente foi um momento único, cheio de sabor e boas gargalhadas! Ah... E não deixem de provar o Tiramisu do Brace, que foi eleito entre as três melhores sobremesas de São Paulo. 




Como boa taurina que sou é claro que enlouqueci com os queijos, vinhos, chocolates, gente sério até os panetones que vendem lá são bons - risos - não tem como não se apaixonar, meu desejo era fazer um carregamento de iguarias, mas como eu e a Daia ainda estávamos no início da viagem isso foi impossível. Então, fica o registro de um pouco que conhecemos e espero que gostem, para conhecer mais sobre o Eataly clique aqui

"A vida é muito curta para não comer e beber bem!"

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Trancoso

Assim como Arraial D'Ajuda, Trancoso é distrito do município de Porto Seguro - BA, mas como sou sincera vou confessar que prefiro Arraial. Trancoso, na minha opinião, só é legal se explorarmos as praias desertas e ficarmos hospedados em Resorts luxuosos, como fazem as celebridades e as blogueiras do mundo da moda. 



Optamos por alugar um carro e fomos conhecer a famosa praia do Espelho, depois de enfrentarmos cerca de 30 km por uma estrada de asfalto meio esburacada, pegamos mais 17 km de estrada de chão, na verdade era areia que não acabava mais, 100% aventura para chegarmos num cenário paradisíaco. 




Ficamos instaladas no Restaurante Paraíso, que conta com estrutura melhor que os demais, e por ser em uma praia deserta nos admiramos com a limpeza e os bons serviços do mesmo. Segundo um dos vendedores ambulantes, a praia fica muito linda na época da lua nova e da lua minguante - as fases da lua influenciam muito a maré - que fica baixa e assim os corais são observados com facilidade, a praia se torna uma piscina natural, infelizmente não conseguimos observar. Passamos o dia lá e depois seguimos para o centro de Trancoso para conhecermos o famoso Quadrado. 



O Quadrado nada mais é que uma charmosa praça que tem como atrações a Igreja de São João Batista construída entre os séculos XVII e XVIII, além de diversos restaurantes de chefes renomados. Suas construções coloridas e o conjunto de artesanatos dão um toque especial e, como não há iluminação artificial, o charme fica por conta das noites no Quadrado, onde o comércio local é iluminado com lamparinas e velas. Assim como em Arraial, nos fundos da Igreja se tem um vista linda da praia onde os moradores locais fazem questão de te mostrar a casa da famosa cantora Elba Ramalho. 




Claro que gostei muito de Trancoso, não da mesma intensidade que gostei de Arraial D'Ajuda, pois na minha opinião, a vida é mais agitada em Arraial, mas valeu a visita. E se eu voltaria? Voltaria sim, pois quero conhecer a praia de Caraíva e se possível ficar em algum Resort daqueles bem luxuosos à beira-mar.